(11) 3379-0960 (Vendas | Whatsapp) | (11) 97310-9613 | (11) 99989-0045 hgtelecom@hgtelecom.com.br

Também conhecida como gateway GSM e GoIP (GSM over IP), a chipeira é uma ferramenta perfeita para as necessidades de condomínios inteligentes que buscam reduzir seus custos com ligações telefônicas. Isso porque o equipamento permite a conversão de tecnologias, conectando redes IP, digitais e analógicas com as GSM de telefonia celular. Na chipeira, que suporta até 32 chips, estão conectados os SIM cards. O recurso é muito utilizado em operações de contact centers, por encontrar “as rotas de menor custo”.

  • Como funciona uma chipeira?

Ao instalar uma chipeira, cada ligação realizada do condomínio para um celular tem a detecção da operadora do número que está sendo chamado. A partir daí, a ferramenta direciona a chamada para o chip da mesma empresa de telefonia. Ao ligar para um número da operadora Vivo, por exemplo, a chipeira usa o chip da mesma empresa, e assim economiza na chamada, que pode sair até a custo zero.

O gestor do condomínio pode criar, por exemplo, um banco de dados segmentado por operadoras, como Vivo, Tim, Oi e Claro. Pode também fazer um controle dos minutos por chip. Se houver contrato de pacotes de minutos, o bloqueio acontece de maneira automática quando o tempo limite acabar.

  • Quais os recursos oferecidos pela chipeira?

· identificação e temporização de chamadas;

· ajuste de volume;

· callback para 600 números;

· inversão de polaridade;

· programação via PC/USB;

· tabela de permissão e restrição de chamadas;

· recuperação de senha.

  • Por que vale a pena?

Redução de custos – Uma das principais vantagens de adotar uma chipeira é a economia. Os custos nas operações com PABX são reduzidos, uma vez que é possível diferenciar se a chamada será feita para telefone fixo ou celular. A partir disso, pode-se escolher de forma automática qual linha será usada (canais GSM ou fixos). Em seguida, a operadora é reconhecida e, com base nessa informação, a rota de menor custo é identificada. O retorno do investimento chega rápido: em pouco mais de um mês já é possível conferir os resultados no orçamento do condomínio.

Simplicidade nos processos – O advento da tecnologia GSM gerou mais agilidade no setor de tecnologia celular. Se antes era preciso que as operadoras interferissem caso fossem necessárias alterações de equipamentos e números, hoje em dia isso não é mais necessário. O uso de SIM cards tornou todos os processos mais simples. Em poucos minutos, pode-se alterar as linhas habilitadas, bastando trocar os chips instalados no gateway GSM ou alternar entre o SIM card ativo para outro em modo de espera quando a chipeira usada oferece esse recurso.

Portabilidade numérica – Outro benefício de adotar uma chipeira no seu condomínio é a facilidade de trocar os celulares sem necessariamente se desfazer das linhas. Com isso, o cliente tem mobilidade na troca de equipamento e operadores, pois pode levar com ele sua linha celular original.

  • Quais são os tipos de chipeira?

· VoIP, em que as ligações são encaminhadas por meio de conexões IP, característica que possibilita a ligação direta do IPPBX;

· analógicas, que têm portas FXO (Foreign Exchange Office), interface que recebe sinal da operadora ou de um PABX;

· digitais, que têm portas para conexão simultânea de até determinado número de canais de central PABX.

Há diversos modelos de gateway GSM no mercado. Dê preferência àqueles que ofereçam suporte à portabilidade numérica, que acessem em tempo real o banco de dados e identifiquem a operadora do número a ser chamado e, a partir dessa informação, selecionem o chip da mesma empresa para reduzir o custo da ligação.

Outro ponto a ser avaliado é se a fornecedora oferece soluções adaptadas ao seu segmento de atuação — no caso, condomínios. Dessa forma, você se certifica de que contratará a ferramenta mais adequada para suas demandas.

Quer mais informações sobre chipeira? Entre em contato com a HG Telecom 😉

WhatsApp Fale Conosco